segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Passo Fundo, Terra de Gente boa!



Uma ansiedade bate em meu coração... Mas tão forte, tão forte que quase transborda.

Muitos sabem do meu amor pelo Rio Grande do Sul e pela forma com que fui recebido lá em meados de 1997, 1998.

Era um jovem missionário... com apenas 19 anos de idade, e acreditava que podia ajudar as pessoas a viverem melhor e mais felizes.

Certo dia, ao passar na frente de uma casa em que a grama se encontrava MUITO alta, meu companheiro e eu paramos para oferecer uma ajuda, no sentido de cortar a grama daquela familia que nunca vimos em nossa vida, a dona da casa concorda e no dia seguinte retornamos lá, prontos para cortar a grama e o chefe da familia "ressabiado" diz:

"Dois jovens assim, querendo cortar a minha grama do nada? Sem ganhar nada? O que vocês estão vendendo?" Do tipo... vocês não nada mais interessante pra fazer? Como namorar por exemplo! hehehehe

Risos, não podia condenar aquele senhor, naquela época (e hoje pior ainda) vivíamos uma fase complicada onde os valores são invertidos e infelizmente o "Um por todos e todos por um" deu espaço para o "Salve-se quem puder". Obviamente convencemos o homem de que estávamos alí pra ajudar, abdicando assim temporariamente de nossas familias, amigos e no meu caso uma bela e doce namorada, um bom emprego e uma bolsa integral de uma faculdade para estar ali, cortando a grama da casa dele.

Em outra oportunidade.... Em meio a uma torrencial tempestade, saímos insanamente desafiando raios, trovões e o poderoso MINUANO, quem conhece sabe a força desse fenômeno da natureza chamado MINUANO... Uma das pessoas que ensinávamos estava morando em uma região com perigo de enchentes, meu companheiro (Cirino) e eu saímos afobados para tentar ajudar em algo que aparentemente parecia em vão, felizmente quando chegamos tudo estava ok, mas essa "bravura" me rendeu uma "pontada" (expressão que os gaúchos usam pra denominar uma doença chamada Pneumonia).

Que coisa boa... Lembrar dessas situações e ter a certeza de que existe sim o altruísmo... que existe o Doar-se.

Meu coração está transbordando de alegria e não cabe dentro de mim por estar perto de rever essas mães, pais e irmãos que tanto me receberam bem.

Eu sou feliz, porque amo e sou amado por essas pessoas. O mesmo se repetiu em Porto Alegre, Vacaria, Cruz Alta, São Borja, Bagé e Santo Angelo povo gaúcho que eu posso dizer de boca cheia que eu AMO.

Está chegando o dia de estar com eles, e me sinto como uma criança que vai ganhar sua primeira bicicleta, sensação de liberdade e medo, ansiedade :)

Gostaria de citar todos os nomes aqui, mas vou me "limitar" a dizer que... Gaúchos!!!! Eu AMO vocês :)

...Alapucha Tchê! Não se "assustemo", que no perigo a bala vem e "nóis" se "agachemo" ...

O Slogan é da cidade de PASSO FUNDO, mas na realidade o RIO GRANDE inteiro é TERRA DE GENTE BOA!


Daniel

4 comentários:

Jenifer disse...

Quando a gente ama alguém de verdade
Esse amor não se esquece
O Tempo passa, tudo passa, mas no peito
O amor permanece
E qualquer minuto longe é demais
A saudade atormenta
MAS QUALQUER MINUTO PERTO É BOM DEMAIS O AMOR SÓ AUMENTA.

Juliane Vieira disse...

Não fiquei muito feliz como título, podia ser generalizado, RGS Terra de Gente Boa!!!!!!
Apenas em PF tem gente boa, mesmo se explicando ao longo do post, não convenceu tá!!!!!:(

tati disse...

Linda tuas palavras, tenha certeza que fomos privilegiados com tua chegada em nossas vidas, pessoas especias sempre ficam em nossos corações, vc é mto especial para tds....Se cuida hein...
Obrigada pelo seu carinho...
mana
Tati

fatima disse...

o rio grande do sul é a verdadeira terra de gente boa...gente hospitaleira....que ainda se "arrepia" ouvindo o hino nacional..que tem orgulho do Chao que mora, que tem muito amor pelas tradições...e pessoas como voce DANIEL CRUZ sempre serão muito bem vindas por estas bandas tche!! mas que barbaridade tche!! volte sempre pra saborear uma costela "dakelas"..rs....AMAMOS VOCE GURIZITO ...BJUS DA MAE DO SUL(FÁTIMA BASTOS)